Fale Conosco

consultoria

10 Coisas que ninguém te conta sobre o e-Commerce (e você têm que saber!…)

Publicado

Em

Por: Solange Oliveira   e-Vision e-Commerce Consulting

 

A atividade Digital no Brasil é relativamente nova, e ainda é um buraco negro de normas, regras e leis.

O que é divulgado é que,  com pouco dinheiro se consegue ter um negócio online e ficar rico; isso não é verdade. Como qualquer negócio, digital ou não, é preciso investir para ter  a possibilidade de sucesso.

Em Abril a Revista Exame publicou a história da Netshoes  contando a trajetória da Loja Virtual ; é fácil notar que nem tudo foi festa , erros e acertos fazem parte de qualquer história de negócio e não foi diferente para a Netshoes ! <Leia mais Aqui>

Existem pontos muito importante para quem vai começar uma atividade de venda online, elencamos 10, que em 2013 devem fazer parte da estratégia de qualquer empreendedor digital:

1 – MAGENTO não é Gratis! é Open Source

magento_ecommerce girlExiste uma grande confusão no Brasil sobre o Magento.  O Magento  é um sistema open-source de e-commerce, que está se tornando cada vez mais popular por sua incrível lista de características, porém é preciso lembrar que é um produto feito para o mercado internacional, que não entende nossos impostos e características regionais. Você consegue ‘baixar” o software e usar, mas terá que ter um desenvolvedor, um hosting, um designer e um administrador, pois pela complexidade da ferramenta será necessário ter esses profissionais para colocar o projeto “em pé” não esquecendo da infraestrutura para fazer uma loja Magento funcionar bem; com servidores Windows e Linux.

As agencias de marketing têm se especializado em fazer o Design das Lojas, porém observe bem os contratos , certifique-se sobre as formas de pagamento oferecidas ( normalmente apenas PagSeguro ) , nota fiscal eletrônica, controle de estoques, softwares de fraude, etc , normalmente esses são “módulos” que tem que adquiridos , e cada um tem o seu preço!

Uma loja customizada Magento , com design de agencia e com método de Pagamento PagSeguro, sem nota fiscal eletrônica integrada, sem controle de estoques integrado, sem software de fraude integrado têm preço médio em São Paulo de R$ 9.000,00 a R$ 22.000,00

Você mesmo pretende fazer a instalação e integrar?  terá que estudar bastante! não é impossível mas levará algum tempo, e você se desviará da sua posição de Lojista Digital para a de Desenvolvedor de Loja Virtual.

2- Existem apenas 8 profissionais certificados em Magento no Brasil

A Magento não tem escritório no Brasil, tão pouco cursos oficiais, as pessoas que trabalham com Magento, em sua grande maioria, aprendeu com documentação produzida pelos próprios desenvolvedores, e nos Fóruns 😮 grande aliado de quem implementa uma loja Magento.

A certificação é cara e pelo que dizem  difícil, a começar pelo idioma – toda documentação do treinamento e da prova é em Inglês. Um Curso Magento feito online tem o custo por módulo:US$ 800,00 até US$ 1.950,00, dependendo do módulo escolhido. Isso explica em parte os poucos profissionais certificados no Brasil.

Isso traz muito amadorismo para o mercado, e para quem é da área a palavra RETRABALHO é constante quando se fala em lojas virtuais Magento.

 

3 – Sim, loja virtual – apesar de virtual – precisa de endereço, telefone e CNPJ

Isso já era uma diretriz , e virou lei em 2013 .
A partir de 14 de maio, entra em vigor o decreto nº 7.962, que faz parte do Plano Nacional de Consumo e Cidadania e foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff, entre varias novas regras para o comércio eletrônico o decreto diz que todo Loja Virtual tem que divulgar em seu endereço digital seu Endereço Físico, Telefone e CNPJ.

 

4 – Para usar um Gateway de Pagamento ( Pagseguro, Pagamento digital, Moip, etc…) é preciso pagar!

Isso é sempre uma surpresa para os empreendedores iniciantes – para oferecer pagamento em Loja Virtual é preciso pagar por isso!

A análise de custo pelas transações financeiras da Loja Virtual tem que esta mandatoriamente no Planejamento Financeiro, faz parte inclusive da composição do preço público. Estratégias de parcelamento são muito importantes para alavancar vendas, porém analise e compare os custos para oferecer esse parcelamento.

Para oferecer por exemplo parcelamento em até 12 vezes no Cartão, os Gateways Brasileiros cobram percentuais entre 18% e 21% do valor da transação!

Então, qual a vantagem em se operar com um Gateway? a) Segurança, os gateways já tem incluso em seus serviços o controle de fraude  b) O Brasileiro se sente seguro quando há a presença de um Gateway, porque ele oferece aos usuários ressarcimento se houver algum problema com a entrega e também segurança, pois o nome e o numero do Cartão de Crédito esta protegido por ferramentas modernas de criptografia.

 

5 – Softwares anti Fraude “Barram” em média 25% das vendas

Isso é bom e ruim. Os Softwares de Fraude tem como sua taxa de sucesso o numero de suspeitas de fraudes detectadas. Em períodos de grande vendas online como – Dia das Mães, Dia das Crianças, Natal, etc… o volume de vendas barradas por suspeita de Fraude chega a 25% .

Para o empreendedor virtual que precisa vender , esse numero é alto! Se por um lado garante que empreendedor não terá dores de cabeça com cartões clonados, roubados, etc, barrar uma venda por SUSPEITA  de fraude pode trazer prejuízos e o descontentamento de um cliente que queira realmente adquirir o produto.

Os softwares de fraude trabalham com “templates” e não poderia ser diferente, porém isso pode ser um problema para pequenos empreendedores. Por exemplo, alguns softwares antifraude barram IP´s suspeitos de fraude; se em um edifício onde a internet é compartilhada houver um fraudador, é quase certo que outros compradores sejam barrados por suspeita de fraude.

Quando o empreendedor percebe esse ‘buraco” no seu faturamento é preciso criar processos para a “Recuperação da Venda”, enviando e-mails para a pessoa perguntando se ela tem outro cartão ou se deseja pagar de outra forma; isso é custo! e deve ser incorporado ao “Planejamento Financeiro”

 

6 – A produção das fotos para uma loja virtual ( profissional ) custam em média R$ 24,00

fotos 360 lojas virtuais contenutsQuer vender online? é preciso encantar o comprador, e enquanto não é possível passar através da internet uma “sensação” de toque, precisamos pensar em formas de promover a “experiência do toque” e como se faz isso? com fotos de produto sensacionais e profissionais. Em alguns casos o fornecedor envia essas fotos , se isso acontecer é preciso garantir que essa foto tenha qualidade. Senão é preciso produzir! o custo de um fotografo em  São Paulo é de R$ 12,00 por click ( em média ), você precisará de um estúdio esse tem custo médio em SP de R$ 120,00 por hora ou R$ 7,00 por produto. Depois de tudo isso será necessário um designer para tratar a foto, o preço médio é R$ 5,00 por imagem – se cada produto tem pelo menos 3 fotos já faça as contas do seu investimento!

A grande onda do momento são as fotos em 360 graus, nela é possível que o comprador manipule o ângulo que quer ver  “girando” o produto 360 graus no eixo. Sendo “apenas uma” imagem os custos caem um pouco. < Saiba mais aqui>

7 – Google Adwords é coisa de profissional

Não é incomum ouvir historias de gente que fez sua própria campanha e viu R$ 5.000,00 ir embora sem ao menos 1 venda na loja virtual.

Apesar de parecer simples, as campanhas de Adwords e também mídia digital ( facebook, email marketing, blog , etc.. ) deve ser feita por profissionais para que investimentos pequenos ou grandes possam dar resultados SEMPRE!

Não tente fazer sozinho. Consulte sempre um profissional na área.

8 – Para vender para alguns estados do Nordeste você terá que pagar ICMS 2 vezes

icms ecommerceParece inconstitucional , e é, mas é isso mesmo. Em vigor de 01 de abril de 2011 o protocolo 21  diz que, em reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) por 19 estados (Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Rondônia e Sergipe, Mato Grosso do Sul e Tocantins) além do Distrito Federal e permite que produtos enviados por outros estados a qualquer um dos 20 signatários, estejam sujeitos à cobrança do ICMS também no destino, resultando em dupla tributação.

De um forma simples tudo isso quer dizer que: A constituição diz que o ICMS é recolhido no Estado de Origem, os 20 (vinte ) Estados mencionados não reconhecem parte do ICMS recolhido em São Paulo então é preciso pagar novamente.

 

9 – Um projeto de e-Commerce assim como uma loja física média, tem investimento médio de R$ 180.000,00

É incrível como ainda vemos pessoas divulgando que não é preciso investir nada para ter sucesso online. Todo empreendimento precisa de investimento , seja ele online ou não. Veja abaixo vídeo do PMEG mencionando o sucesso de empreendedores digitais e seus investimentos.

 

Comparativo Loja Física  e Loja Virtual

Comparativo lojas fisicas X lojas virtuais

 

10 – Você vai trabalhar muito!

É uma reclamação recorrente – quem tem negócio online não para nunca!

No começo, em um negocio pequeno pode ser que o empreendedor consiga administrar sua loja virtual no final do dia, após o seu trabalho , mas o sinal do sucesso será quando isso não for mais possível. Loja Virtual não fecha nunca! e é por isso que ficar atento o tempo todo é parte da rotina, dependendo inclusive do produto , por exemplo : SexShops começam a vender após o horário comercial, isso é fácil de entender ! os compradores não conseguem acessar o conteúdo de lojas virtuais quando estão no trabalho, mas um comportamento novo tem levado negócios digitais do mercado de brinquedos para adultos a trabalharem com sua equipe e atenção total também nos períodos da tarde ! os relatórios mostram que é o horário que as mulheres que não trabalham  ( donas de casa ) acessam os conteúdos “proibidos” !

cansados midia social ecommercegirl

 

 

 

 

 

Continue lendo
19 Comentários

19 Comments

  1. Roberto Oliveira

    abril 18, 2013 em 11:24 pm

    Parabéns pelo artigo!

    Direto, imparcial e essencial…!!!
    Todos que pretendem atuar no e-commerce devem ler, e compreender questões que poucos divulgam!

    Sucesso!

  2. Judson

    abril 19, 2013 em 9:43 am

    Mandou a real.

  3. Alexandre

    maio 12, 2013 em 10:15 pm

    Ótimo post. Temos que ser realista né. Muitos blogs dão a sensação de que ter uma loja virtual é fácil, mas seu post mostra como é ter sua loja. Muito bom. Obrigado

  4. Lidia Carvalho

    junho 8, 2013 em 10:08 pm

    Isto é a REALIDADE ! Gostei.

  5. Anny

    julho 4, 2013 em 10:50 am

    Gostei muito do post.

  6. Fabio

    maio 29, 2014 em 8:29 am

    Parabéns pela exposição dos fatos de uma forma simples e objetiva, focando realmente os itens principais que levam muitas empresas a perderem dinheiro com um projeto sem o scopo adequado e fora da realidade.

  7. Jean Sobrinho

    novembro 12, 2014 em 8:57 am

    Excelente publicação com uma vasta gama de detalhes e conhecimento de causa.
    Sou profissional da área de Desenvolvimento de E-commerce e convivo com isto diariamente.
    Para um lojista iniciante é 99% de trabalho e 1% de sorte.

  8. Fábio

    dezembro 2, 2014 em 6:47 pm

    =D . Muito Bom.

  9. Ana Leticia

    janeiro 28, 2015 em 11:06 am

    Parabéns Solange!
    Artigo muito bom! Tenho Loja virtual há 6 anos e é exatamente esta a realidade! 🙂
    Não conhecia o site, vou acompanhar a partir de agora!
    Abraços, Ana! (www.stixx.com.br)

  10. Responda 10 Coisas que ninguém te conta sobre o e-Commerce e você têm que saber! | TI Xereta

  11. Débora Cabral

    abril 2, 2015 em 12:58 pm

    Esse artigo é realmente muito interessante, tanto que seria bom atualizá-lo. As lojas Magento hoje estão bem mais evoluídas para o mercado brasileiro, onde é possível fazer integrações com muita facilidade, os profissionais e agências também amadureceram muito.

    Que tal atualizar essas dicas? Estou curiosa para ver como ficará um artigo como esse para 2015. 🙂

  12. Miguel Prado

    abril 20, 2015 em 7:29 pm

    na teoria tudo parece mais fácil, depois de planejamento montei minha loja virtual, na minha vida profissional nunca trabalhei tanto desde que montei o ecommerce é mais de 14 hs de dedicação por dia, essa matéria foi umas das melhores que encontrei na net falando sobre esse segmento, uma coisa que gostaria de compartilhar que a minha loja virtual foi criada em cima do open source oscommerce, porém todos os aplicativos e funcionalidade do comercio eletronico é voltado para o magento agora imagine transferir milhares de produtos e clientes para uma plataforma nova que é o magento, com todos as incompatibilidade, estou tentando fazer isso faz 6 meses e ainda não consegui?!

  13. E-commerce Girl

    maio 18, 2015 em 4:37 pm

    é Miguel.. não é facil né?
    Mas vai com fé..
    Se pudermos ajudar é só me escrever!
    Abraço
    Sol

  14. Thais Souza Alves

    março 28, 2016 em 11:06 am

    Olá Solange
    Muito bom seu artigo.
    Possuo um e-commerce simples de plataforma opencart, vc saberia informar a média de preço para uma empresa administrar? Pois estou achando que a empresa que criou está cobrando um valor muito alto.

  15. E-commerce Girl

    abril 3, 2016 em 9:23 am

    Olá, eu sei que todo mundo odeia ouvir isso – mas DEPENDE…. depende da quantidade de produtos, do nível de comunicação, serviços incluídos nesse pacotes de administração etc… lembre que adminsitração de sites ou mídia digital é uma questão de tempo x conhecimento x ferramentas… quando mais de cada desses ítens mais o valor da administraçãu aumenta.
    Se quiser – conheça nossa consultoria estratégica > http://www.e-visionconsulting.com.br/

    Um abraço

  16. Bruno Viana

    abril 13, 2016 em 11:17 am

    Muito bom! Queria que todas as pessoas que vem pedir orçamento de e-commerce pra mim já viesse sabendo de tudo isso.. me pouparia um bom trabalho, hehehe

    Eu ainda acrescentaria que todo e-commerce grande vende muito mas estão constantemente afogado em dívidas. É um problema grande as pessoas acharem que basta colocar uma loja no ar e sem nenhum mínimo de estratégia anunciar no Adwords e as vendas vão vir por que é isso que elas veem na Netshoes, Submarino, Americanas e amigos.

  17. E-commerce Girl

    maio 3, 2016 em 8:16 am

    Olá, Depende ( eu sei que é chato ouvir isso )
    Mas tudo depende das integrações que vc tem, quantidade de produtos, etc…
    consulte a http://www.e-visionconsulting.com.br talvez possamos te dar números mais específicos.

    abraço

  18. E-commerce Girl

    setembro 16, 2016 em 9:43 am

    Olá Wendell, sim a integração com os meios de pagamento depende das “extensões’ que são plugins que podem ser instalados na usa loja virtual
    Boa sorte e sucesso!

  19. Rhuan Carlos

    setembro 20, 2016 em 10:56 am

    Claro o Objetivo. Parabéns pelo post.

Deixe um recado

O seu endereço de e-mail não será publicado.

consultoria

Consultoria de e-Commerce

Publicado

Em

Continue lendo

consultoria

Um Crime Digital esta em andamento e a vítima é você! Faça o teste agora e veja todos seus dados expostos para quem quiser consultar.

Publicado

Em

Isso é crime! denuncie!

Já imaginou se qualquer pessoa pudesse ter acesso aos seus dados pessoais, como onde você mora ou qual é o número do seu celular? Um novo site mostra exatamente isso para qualquer internauta interessado–tudo sem a sua devida autorização e se apoiando sobre uma lei referente a listas telefônicas. A página em questão é a telefone.ninja.

Basta fazer uma pesquisa no site pelo nome completo da pessoa sobre a qual você quer saber os dados e clicar sobre o nome dela na página de resultados. Em alguns casos, o endereço de e-mail da pessoa também é mostrado.

O número de consultas no site é limitado. Após cerca de dez pesquisas, você tem acesso restringido por alguns dias. Entretanto, com o uso de outro dispositivo e ponto de internet, você pode fazer mais consultas.

O site fica hospedado nos Estados Unidos e seu domínio está vinculado a uma empresa chamada Bytecode Tech Inc, sob administração de um cidadão chamado Ricardo Torres, que mora em SP, segundo o registro da URL.

A essa empresa também estaria vinculada mais dois sites: o ConsultaSócio e o EmpresasCNPJ.

De acordo com o jornal O Dia, o site telefone.ninja também é usado para captar informações por meio de técnica chamada phising.

Matéria também disponível do site da Exame.com

DELEGACIAS DE CRIMES DIGITAIS

Denunciar ainda é o modo mais efetivo de combater a criminalidade online.

Encontrou seu nome esse site criminoso? denuncia e proteja suas informações e mantenha sua família em segurança.

DENUNCIE AGORA!

Felizmente, já existem atendimentos especializados neste assunto e você pode entrar em contato com estas delegacias para receber orientações detalhadas de como proceder após um crime virtual:

São Paulo:

DIG-DEIC – 4ª Delegacia – Delitos praticados por Meios Eletrônicos. Presta atendimento presencial, por telefone e via Web. Endereço: Av. Zack Narchi, 152, Carandiru – São Paulo (SP) Fone: (11) 2224-0721 ou 2221 – 7030. Para denunciar qualquer espécie de delito virtual anonimamente, utilize o e-mail: 4dp.dig.deic@policiacivil.sp.gov.br

O Site Crimes Pela Internet com o objetivo de informar o seu publico esclarece que a 4ª Delegacia – Delitos praticados por Meios Eletrônicos investiga apenas fraudes patrimoniais praticadas por meio eletrônico no âmbito da Capital do estado de São Paulo tais como:

Crimes de estelionato; furto mediante fraude; desvio de dinheiro de contas bancárias; pagamento de títulos por meio de fraudes, empresas falsas de empréstimos; compras de mercadorias em sites falsos (e-comerce).

Assim, caso a denuncia trate de crimes contra a honra (injuria, calunia e difamação), ou ameaças praticados por meio de redes sociais, blogs, e-mails, falsidade ideológica (fakes, perfis falsos, documentos, sites falsos, etc), ofensas ao direito do autor, invasão de dispositivo informático, “furto” de senhas ou de dados, deveram ser registradas em qualquer outra delegacia. Dê preferência a delegacia mais perto de sua residência.

Crimes de pedofilia ou outros de cunho sexual que envolvam crianças ou adolescente ou extorsão onde houve utilização da Internet para a  pratica do delito deverá ser apresentados o Departamento de Proteção à Pessoa –D.H.P.P. Rua brigadeiro Tobias, nº 527 5º Andar. – Centro de São Paulo.

Rio de Janeiro:

Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) – Rua Professor Clementino Fraga, nº 77 (2º andar), Cidade Nova (prédio da 6ª DP), Rio de Janeiro/RJ (CEP: 20230-250), telefones (0xx21) 2332-8192, 2332-8188 e 23328191 e e-mails drci@pcivil.rj.gov.br ;

Espírito Santo:

Delegacia de Repressão a Crimes Eletrônicos (DRCE) – Av. Nossa Senhora da Penha, 2290, Bairro Santa Luiza, Vitória/ES (CEP: 29045-403), telefone (0xx27) 3137-2607 e e-mail drce@pc.es.gov.br;

Minas Gerais:

DEICC – Delegacia Especializada de Investigações de Crimes Cibernéticos – Av. Nossa Senhora de Fátima, 2855 – Bairro Carlos Prates – CEP: 30.710-020, Telefone (33) 3212-3002, e-mail dercifelab.di@pc.mg.gov.br;

Paraná:

Nuciber da Polícia Civil do Paraná – Rua José Loureiro, 376, 1º andar – sala 1  – Centro – 80010-000 – Curitiba-PR, Tel:(41) 3323-9448 – Fax: (41) 3323-9448, e-mail cibercrimes@pc.pr.gov.br;

Rio Grande do Sul:

Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos (DRCI/DEIC) – Av. Cristiano Fischer, 1440, Bairro Jardim do Salso em Porto Alegre, na mesma sede do DEIC. O telefone de contato é (0xx51) 3288-9815, e-mail drci@pc.rs.gov.br;

Distrito Federal:

Divisão de Repressão aos Crimes de Alta Tecnologia (DICAT) – Não atende diretamente ao público, neste caso a vítima pode procurar a delegacia mais próxima para efetuar registro de ocorrência, A DICAT é uma Divisão especializada em crimes tecnológicos que tem como atribuição assessorar as demais unidades da Polícia Civil do Distrito Federal, o telefone é (0xx61) 3462-9533 e e-mail dicat@pcdf.df.gov.br;

Goiás:

Gerência de Inteligência da Polícia Civil – Setor de Análise (0xx62) 3201-6352 e 6357)

Pará:

Delegacia de Repressão aos Crimes Tecnológicos – Travessa Vileta, n° 1.100,  Pedreira. Belém-PA. CEP: 66.085-710, com telefone de contato (91) 4006-8103, e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..”>drct@policiacivil.pa.gov.br. A DRCT é vinculada à Diretoria de Repressão ao Crime Organizado.

Mato Grosso – Cuiabá:

Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia – GECAT –  Av. Cel. Escolástico Nº, Bandeirantes – Cuiabá – Cep: 78.010-200 – Telefone: (65) 363-5656

Sergipe – Aracaju

Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) – Rua Laranjeiras, nº 960, Bairro Centro  – Aracaju – Cep: 4900-000 telefone: (79) 3198-1124

.

Continue lendo

consultoria

Estive com o responsável pela Mídia digital do Prefeito de São Paulo João Doria e afirmo: Nada mais será como antes!

Conheça quem faz a mídia digital do Prefeito João Doria.

Publicado

Em

Sábado de manhã, antes do dia das mães, tudo o que eu queria era dormir um pouco mais porque o domingo seria cheio já que  a família toda viria para minha casa para ver a matriarca. Resisti, tomei meu café e me dirigi ao Centro de São Paulo, bem centro mesmo, mais precisamente para a Câmara Municipal.

Fui convidada pela Juventude do PSDB para a palestra A influência das redes sociais hoje na política e na gestão pública”   com Daniel Braga, o articulador das mídias digitais do Prefeito de SP João Doria; algumas coisas que preciso esclarecer: Apesar de ter sido um evento do partido não haviam bandeiras na sala;

  1. – Ninguém me abordou para falar do “partido”;
  2. – Me interesso por Mídia para politica, e já trabalhei para políticos em 2 outras eleições
  3. – Daniel Braga não é do partido.
  4. – O publico era muito.. muitoooo jovem, a maioria de jornalistas recém -formados querendo informações de como  ingressar na “Carreira” de inteligencia e mídia digital para política.

O evento começou atrasado, Daniel Braga , que mora em Brasilia , chegou atrasado 1 hora; chegou junto com as filhas – achei ele jovem para ter filhas moças…

Confesso que tenho me afastado dos eventos da área ( e-c0mmerce e mídia digital ) , a quantidade de jabá e gente que não sabe do que esta falando não me atrai , e nos 2 últimos anos entre 22 eventos que participei apenas 3 tiveram palestras realmente proveitosas, e os três, não eram originalmente de e-commerce ou de mídia digital, e a do sábado, dia 13 maio foi uma delas.

Daniel Braga – Estrategista Digital do Prefeito João Doria

Daniel Braga é articulado e pouco cuidadoso com o linguajar, que  é de tal forma tão descontraído e recheado de palavrões que parece nos transportar  para um boteco no começo da Rua Augusta, e isso torna tudo muito mais interessante; sim , estou cansada de jabá e gente se fazendo de culto quando não sabe o que é um link.

Mostrou as estratégias para cada canal, e que por causa do público alvo, escolheram focar no facebook para as ações da Prefeitura de São Paulo, porém admite, inteligentemente, que é preciso evoluir para outras mídias.

E se eu pudesse resumir todas as dicas que ele deu em 1 paragrafo seria:

Relatórios de Análise  são os oráculos de quem quer ter sucesso nas Mídias digitais.

Ouvir o que o público alvo diz, esse é o motivo do sucesso das mídias digitais da Prefeitura e sobretudo, agir rápido.

“Não adianta dizer que o prefeito é trabalhador se não mostrar ele trabalhando” Daniel Braga

Perguntei a ele como seria um dia tipico de trabalho para o Prefeito: ele então respondeu: – ” ele acorda as 5, de verdade” … e de cara recebe um ‘radar” com os assuntos que foram abordados no dia anterior e as estatísticas da mídia, comentários relevantes de formadores de opinião e enquanto toma café já liga para o Prefeito com os números, e sugestões.

Focar nos vídeos , pelos motivos óbvios e também porque o Prefeito tem habilidade com as câmeras, e isso ajuda! mas ele erra também… o vídeo de erros de gravação que ele apresentou foram hilários.. enfim, o Prefeito é gente como a gente.

O RISCO

Daniel contou episódios da campanha e dos debates que foram arriscados, mas que a mídia digital mais uma vez pautou a agenda e as falas do Prefeito.

Profetizou: ” Antes a mídia pautava a internet, hoje é a internet que pauta a mídia”

Eles tinham um cockpit online de tudo o que esta sendo falado do debate, e o Prefeito era pautado nos intervalos.

Essa mesma rapidez foi usada quando os relatórios mostraram que o nome do Prefeito aparecia sempre junto de “coxinha” e “suéter”, através desses dados mudaram o jeito de falar, a roupa o posicionamento e até as expressões faciais nos vídeos.

E é claro, tudo mudou quando o Prefeito se colocou nitidamente contra o Ex-Presidente e a sua sucessora na tentativa de nomear Lula para um cargo público; a opinião publica não gostou – e nenhum político se posicionou – arriscando Doria mostrou claramente de lado estava; deu certo.

O QUE NÃO DEU CERTO

Errar faz parte de quem tenta, e  Daniel expôs o erro estratégico sobre a Flor jogada ao chão pelo Prefeito ” Foi impensado… ele errou e sabe disso, bola pra frente”

Ele se mostrou também decepcionado sobre a repercussão pequena do projeto de despoluição do lado do Ibirapuera  nas mídias sociais, e estava avaliando o porque do fracasso digital da ação.

Humor: “Procurando Doria” segundo Daniel usar o humor para humanizar o candidato é uma ótima estratégia

Para mim, foi uma manhã extremamente proveitosa, conteúdo genial, videos, exemplos, estatísticas, conceitos e o melhor, sem jabá. Os hight lights que ficaram e que podem te ajudar a pensar em focar sua atuação com os políticos para a próxima eleição:

  1. -Toda equipe de Mídias Digitais do Prefeito João Doria tem 3 pessoas + 1 Gestor;
  2. -João Doria paga a equipe pessoalmente, não há contratação como serviço a prefeitura;
  3. -Nunca foi impulsionado nenhum post, tudo é resultado orgânico;
  4. -O dia começa mesmo as 5 da matina até para a equipe de mídias digitais;
  5. -O material de trabalho para produção dos videos consiste em 1 Iphone 7 com editor de videos;
  6. -No instagram do Prefeito o que mais faz sucesso são os cachorrinhos branquinhos que de tempos em tempos aparecem em videos divertidos, isso transforma o homem publico em gente como a gente… gente que ama cachorrinho é claro!
  7. -O Whatsapp é a ferramenta de comunicação entre os grupos apoiadores do Prefeito e recebem atenção especial, pois foi através dele que a eleição começou a dar uma guinada em 2016.
  8. -Para trabalhar com o politico “produto”, é preciso acreditar na forma de trabalho e nas intensões e mostrar o que ele tem de melhor, fica dificil mostrar , escrever, descrever o trabalho de algo ou alguém que você não acredita;
  9. -A população não aceita mais políticos – mostre a pessoa por trás da ação.. e funciona para tudo! o storytelling é a “joia da coroa” nas campanhas políticas.
  10. -Leia! quem lê muito escreve bem, quem se informa explica melhor as coisas, enxerga além do objetivo do “Voto” – isso vai fazer diferença para candidatos na próxima eleição.
  11. -Agir rápido, agencias de marketing sao lentas… pedem autorização para tudo, demoram dias para criar ‘peças” de marketing – isso não é mídia digital.. mídia digital é instantânea e preciso seguir essa vocação!
  12. -Lidar com o haters é necessário, tenha uma politica de ações para isso – e sobretudo não delete os comentários ruins! trabalhe para que os comentários e  interações boas sobreponham aos ruins.
  13. -A estratégia de “mitar” o candidato pode ajudar, mas precisa ser bem feita pensando sempre no publico que se quer atingir

 

Daniel terminou com um conselho muito honesto; quando indagado sobre o que um profissional de mídia digital para políticos tinha saber, ele respondeu : “ é mandatório que entenda e goste de relatórios, conheça as ferramentas de otimização de trabalho e sobretudo que entenda e escreva sobre politica e economia”

 

“Independente de partidos ou politica, o sucesso das mídias digitais do Prefeito de SP João Doria esta sensivelmente ligado a analise de tendencias e relatórios , esses são a base para “ouvir” o que aflige o cidadão e sobretudo comunicar-se rapidamente! quase que instantaneamente.”

 

Então – que tal  começar a construir um portfólio de serviços digitais para os políticos da próxima eleição?

Querendo construir uma estratégia digital para sua campanha politica? converse com a e-Vision

 

 

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Title

Trending