Fale Conosco

As idéias mais esdrúxulas para e-commerce!

Publicado

Em

86235406

 

 

 

es.drú.xu.lo masculino (plural: esdrúxulos; feminino: esdrúxula; feminino plural: esdrúxulas)

    (popular) extravagante, exótico, excêntricoESQUISITO, FEIO, DESELEGANTE 

E-commerce é o meu ganha pão, é com ele que alimento o pequeno Nicholas, é com a evolução dele que pretendo pagar a casa, o carro e a cervejinha do fim do dia. É justo por tanto que eu “zele” da qualidade do e-commerce para que haja trabalho interessante e abundante para meu futuro.

Ocorre que certas coisas acabam comigo, idéias rídiculas, bobas, absurdas e algumas apenas cômicas e como diz minha sobrinha “sem noção”.

  • Em primeiro lugar usar uma estrutura tecnologica, sensacional para vender óculos de sol para cachorros, não acredita? veja abaixo:

 http://doggles.com/eyewear.html

oculos cachorro

 

  • Outra, uma loja online inteirinha para vender “bolinhas” para colocar na ponta das antenas – não esta acreditando? veja…

http://antennaballs.com/

bolinha antenta

  • Esse até que tem sua serventia, mas o que me interessa nesse comportamento do mercado on-line mundial é : tanto trabalho para montar um e-commerce, e a pessoa só vende bolsinha para fraldas?? bom pelo menos tem estilo!

http://www.diapeesandwipees.com/

fraldas

E, esse é o campeão da bizarrisse, uma loja virtual para vender “ossinhos da sorte”( é isso mesmo, aqueles da galinha que gente brigava na mesa aos domingos por ele…) de – pasmem – PLASTICO! e leva o interessante nome de wishbone ( osso do desejo )

http://www.luckybreakwishbone.com/

osso

 

 Não liguem para o meu mal humor, é passageiro e até cômico.Mas que coisas mais esquisitas heim?pra eu que vivo disso chega a ser bizarro!

Abraço a todos e bons negócios

 

 

 

Continue lendo
8 Comentários

8 Comments

  1. Roberto Sena

    agosto 18, 2009 em 12:49 pm

    Olá Solange! Primeira visitinha ao seu blog, e quero lhe agradecer pelo seu esclarecimento no case da Puma. Gostei de suas palavras, e faço delas as minhas! Um grande abraço!

  2. Ralph Eduardo

    agosto 19, 2009 em 1:05 pm

    Ola bom dia !

    Você tem toda razão pois hoje em dia no e–commerce voce tem opção pra tudo.
    Ainda bem que nenhum joselito resolveu colocar a venda gaiola para criar pernilongo, ou quem sabe coisa menos util né….!
    Mesmo assim o fato de tudo poder ser vendidio em um meio te tecnologia tão altamente expansiva mostra a capacidade e o poder de alcançe dessa ferramenta , para aqueles que como voce mantem e seu padrão de vida atraves dessa atividade profissional e eu também, da ainda mais animo , pois se há mercado para essas bizarrisses há muito mais para coisas que realmente fazem diferença em nosso cotidiano.
    Continue com seu trabalho , e boa sorte em tudo!!!

  3. marcio waldman

    agosto 20, 2009 em 5:46 am

    solange… acho que posso tentar explicar a loja virtual de oculos para cães, como veterinario e como diretor de e-commerce.rssssssss

    Existem algumas doenças que afetam os olhos de cães e essas doenças pioram muito com a exposição solar e podem causar até cegueira para os pets. Como é impossivel falar para o cão, ou melhor fazer ele entender, que nao deve tomar radiação solar ou olhar diretamente para o sol ou locais muito iluminados, ha muitos anos criou-se nos estados unidos os famosos oculos escuros dogless para pets. POREM, eles esbarraram em dificuldade na distribuição fisica do produto, eu particularmente conheco a empresa de feiras internacionais, entao nada melhor do que associar a necessidade e a oportunidade.

    Necessidade de donos de pets que tinham a recomendação do seu vet para usar os oculos.
    Oportunidade da empresa fabricante do produto em atender o consumidor final atraves da capilaridade que o e-commerce pode atingir.

    abraços

  4. solange0307

    agosto 20, 2009 em 10:48 am

    Ola Marcio,
    Nada como uma explicação técnica de quem é da área.
    Agora entendi.
    Desculpem a ignorancia de quem naõ tem pets há alguns anos…

    Ainda sim, o ossinho da sorte é de doer heim…rs

    Abs.

  5. Èdson

    agosto 20, 2009 em 12:31 pm

    Solange, acho que tem algo errado com o seu link para o Twiter. Queria te seguir lá, mas nao vai.

    Edson

  6. marcio waldman

    agosto 21, 2009 em 5:18 am

    solange…sinceramente se eu for pensar do ponto de vista de empresario de e-commerce todos os exemplos são ….. estranhos….

    É muita coisa montar um site de ecommerce, com plataforma, SSL, design,etc pra vender um unico produto ou poucos produtos. Seria como vc ter uma mosquinha na janela (vidro) e ao inves de vc dar um tapinha de nada, vir com uma bazuca e disparar pra matar a mosca….

    Por outro lado devido as maravilhas da informatica, e salve o e-commerce, se nao tivesse ecommerce seria dificil uma empresa dessas entrar no varejo fisico tradicional.

    Sinais dos tempos.

  7. IN Hsieh

    agosto 6, 2010 em 12:05 pm

    Esses são exemplos de segmentação… tem público para tudo, mas, o principal é que o que é estranho para uns é normal ou até necessário para outros.
    E com grandes lojas horizontais dominando o mercado, a saída para pequenos empreendedores é olhar para espaços não ocupados.
    O 1o item vendido no ebay foi um apontado de laser quebrado. E o comprador sabia que estava quebrado!

  8. IN Hsieh

    agosto 6, 2010 em 12:11 pm

    Esses são exemplos de segmentação… tem público para tudo, mas, o principal é que o que é estranho para uns é normal ou até necessário para outros.
    E com grandes lojas horizontais dominando o mercado, a saída para pequenos empreendedores é olhar para espaços não ocupados.
    O 1o item vendido no ebay foi um apontador de laser quebrado. E o comprador sabia que estava quebrado! Ah, ele era colecionador de apontadores de laser quebrados. http://en.wikipedia.org/wiki/EBay

Deixe um recado

O seu endereço de e-mail não será publicado.

consultoria

Consultoria de e-Commerce

Publicado

Em

Continue lendo

Humor

O que é empreendedorismo

Só com bom humor mesmo! o que é ser empreendedor no Brasil?

Publicado

Em

Já ouvimos por aí que o Brasil não é para amadores, de fato não é.

Um pouco de humor sobre a nossa visão do que é ser empreendedor em terras Brasilis

Continue lendo

Fusões & Aquisições

JPMorgan compra a WePay

Vem aí uma época de fusões e aquisições que nunca se viu no mundo digital.

Publicado

Em

O JPMorgan anunciou nesta terça-feira,17, que está adquirindo plataforma de pagamentos WePay, que oferece funcionalidades de pagamentos em software para uma rede de 4 milhões de pequenos negócios.
A WePay foi fundada em 2008 para tornar mais fácil para plataformas de software integrar pagamentos em suas ofertas. A plataforma de pagamento conta com clientes GoFundMe, Infusionsoft e Constant Contact, além de provedores de serviços on line de software como o FreshBooks e sites de crowdfunding.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Title

Trending