Fale Conosco

Direitos autorais em E-commerce,esse assunto pega!

Saiba como funciona a lei de direitos autorais para lojas virtuais.

Publicado

Em

Quando você contrata um serviço de administração ou construção ou implementação de um e-commerce você normalmente vai ler em seu contrato no item: obrigações do contratante:

“Garantir que todo o material fornecido e colocado na Loja Virtual se encontra devidamente protegido e tem a anuência expressa dos respectivos titulares dos direitos autorais, de imagem, marcas e patentes, não constituindo a sua utilização violação de direitos, nem concorrência desleal, nos termos da norma legal aplicável”

direitos autoraisO que é o direito autoral de imagem para o e-commerce?

Pode ser analisado sob duas ópticas:

1) imagens de produtos de terceiros captadas de formas diversas e utilizadas em e-commerce sem autorização do autor responsável pelo produto ( fabricante )

2) Imagens de produtos produzidas por fotógrafos particulares de produtos adquiridos pra comercialização de e-commerce.

 No item 1 é preciso obter autorização do responsável pela imagem do produto para usá-la comercialmente.

No item 2, o mais preocupante, refere-se a imagens produzidas por fotógrafos contratados finalidade de comercialização de produtos pela internet.

O fotografo é um artista e tem sob a sua obra direito de  autoral.

Quando se contrata um fotografo para produzir imagens para e-commerce as mesmas tem licença de uso por tempo determinado, normalmente 2 anos.

 

Portanto ao contratar um profissional de imagens garanta o direito de uso de imagens pelo tempo que lhe convier ou contrate uma empresas de T.I. especializada em catálogos eletrônicos, onde os direitos são dos contratantes do serviço.

Dê um ZOOM no seu e-commerce, lembre-se que as imagens são itens para se pensar: antes, durante e depois do projeto de sua e-loja.

 Solicite aqui o White Paper: Manual para publicação de imagens em e-commerce para entender mais : www.class-solutions.com.br/ecommercemidia.aspx

 

Bons Negócios!

Abaixo o trecho do artigo :

Seguindo a mesma bússola, ressalte-se o texto da atual lei brasileira acerca dos direitos autorais  nº                       9.610, de 19/02/1998 – que no seu artigo 7º traz à lume: z

“São obras intelectuais protegidas as criações do espírito, expressas por qualquer meio ou fixadas em qualquer suporte, tangível ou intangível, conhecido ou que se invente no futuro, tais como:

I – os textos de obras literárias, artísticas ou científicas;

II – as conferências, alocuções, sermões e outras obras da mesma natureza;

III – as obras dramáticas e dramático-musicais;

IV – as obras coreográficas e pantomímicas, cuja execução cênica se fixe por escrito ou por outra qualquer forma;

V – as composições musicais, tenham ou não letra;

VI – as obras audiovisuais, sonorizadas ou não, inclusive as cinematográficas;

VII – as obras fotográficas e as produzidas por qualquer processo análogo ao da fotografia;

VIII – as obras de desenho, pintura, gravura, escultura, litografia e arte cinética;

IX – as ilustrações, cartas geográficas e outras obras da mesma natureza;

X – os projetos, esboços e obras plásticas concernentes à geografia, engenharia, topografia, arquitetura, paisagismo, cenografia e ciência;

XI – as adaptações, traduções e outras transformações de obras originais, apresentadas como criação intelectual nova;

XII – os programas de computador;

XIII – as coletâneas ou compilações, antologias, enciclopédias, dicionários, bases de dados e outras obras, que, por sua seleção, organização ou disposição de seu conteúdo, constituam uma criação intelectual.”

consultoria

Consultoria de e-Commerce

Publicado

Em

Continue lendo

Humor

O que é empreendedorismo

Só com bom humor mesmo! o que é ser empreendedor no Brasil?

Publicado

Em

Já ouvimos por aí que o Brasil não é para amadores, de fato não é.

Um pouco de humor sobre a nossa visão do que é ser empreendedor em terras Brasilis

Continue lendo

Fusões & Aquisições

JPMorgan compra a WePay

Vem aí uma época de fusões e aquisições que nunca se viu no mundo digital.

Publicado

Em

O JPMorgan anunciou nesta terça-feira,17, que está adquirindo plataforma de pagamentos WePay, que oferece funcionalidades de pagamentos em software para uma rede de 4 milhões de pequenos negócios.
A WePay foi fundada em 2008 para tornar mais fácil para plataformas de software integrar pagamentos em suas ofertas. A plataforma de pagamento conta com clientes GoFundMe, Infusionsoft e Constant Contact, além de provedores de serviços on line de software como o FreshBooks e sites de crowdfunding.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Title

Trending