Fale Conosco

consultoria

Roteiro Contabil para Abertura de uma loja virtual

Contabilidade para Loja Virtual.

Publicado

Em

Presente da Semana para vocês: Roteiro contábil para abertura de Loja Virtual.
Contabilidade para varejo já é uma coisa um pouco confusa, para varejo digital então parece um bicho de 7 cabeças; mas não é.
Veja abaixo respostas para suas duvidas contábeis sobre lojas virtuais.

Todo dia em nosso Chat Consulting respondemos dúvidas sobre como abrir contabilmente uma loja virtual, qual os impostos etc… Resolvemos tirar de uma vez por todas essas dúvidas.

1) Para vender pela internet ( ter uma loja virtual ) preciso ter um CNPJ obrigatoriamente?

SIM!

2) Quais os impostos que incidem sobre uma loja virtual?
Depende, se se você se enquadrar como MEI, pagará menos de 60,00 fixo mensal se você se enquadrar como Simples Nacional, pagará 4% de imposto mensalmente.

3) Quais são os passos “Contabeis” para abrir oficialmente ma loja virtual

 Primeiro Passo : Escolha o “tipo” da empresa:
A legislação brasileira estabelece 5 (cinco) tipos de sociedade, dentre as quais a “sociedade empresária” deverá optar:

 1. Sociedade em Nome Coletivo; 2. Sociedade em Comandita Simples; 3. Sociedade em Comandita Por Ações; 4. Sociedade Anônima; 5. Sociedade Limitada.

As sociedades Anônima e Limitada são as mais comuns no Brasil em virtude da responsabilidade dos sócios ser limitada em relação às obrigações assumidas pela empresa. Os demais tipos societários possuem sócios que respondem ilimitadamente pelas obrigações sociais, portanto, não são aconselháveis. Para se ter uma idéia, segundo dados divulgados pelo Departamento Nacional de Registro do Comércio – DNRC, aproximadamente 99% das sociedades registradas entre 1985 e 2001, foram do tipo “Sociedades por Cotas de Responsabilidade Limitada”.
A “Sociedade Anônima” é mais adequada aos grandes empreendimentos, ou seja, às grandes empresas, em virtude da rigidez das regras que a regulamenta. Portanto, não é uma boa opção para as pequenas empresas. A melhor opção para a pequena empresa, sem dúvida nenhuma, é o tipo “Sociedade Limitada”, uma vez que pos- sui regras mais simples que as demais, além de preservar melhor a figura dos sócios.

2º Passo – O Nome da Empresa

O passo seguinte é a escolha do nome da empresa. Dependendo do tipo de sociedade escolhida, o nome da empresa pode ser em forma de:denominação social ou firma.

A sociedade limitada pode adotar tanto firma como denominação social, tanto faz, mas ao final do nome deve constar a palavra“limitada” ou sua abreviatura “Ltda.”.
A firma será composta com o nome de um ou mais sócios, desde que pessoas físicas, de modo indicativo da relação social. Ex.: José Terra e Luis Marte Comércio Virtual Ltda.
A denominação deve designar o objeto da sociedade, sendo permitido nela figurar o nome de um ou mais sócios. Ex.: Intergaláxia Loja Virtual Ltda.

DICA DE OURO: Cuidado! A omissão da palavra “Limitada” ou de sua abreviatura “Ltda.” determina a responsabilidade solidária e ilimitada dos administradores que assim empregarem a firma ou a denominação da sociedade.

A inscrição do nome da empresa (firma ou denominação social) no respectivo órgão de registro (Junta Comercial), assegura o seu uso exclusivo, no mesmo ramo de atividade, nos limites do respectivo Estado em que a empresa for registrada. Entretanto, caso você queira estender a proteção e o uso com exclusividade do nome (marca) de sua empresa para todo o território nacional, você deverá requerer o registro no Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI.

Escolhido o nome da empresa, é preciso fazer o pedido de busca na Junta Comercial para verificar se não há outra sociedade registra da com o mesmo nome. Esta busca é realizada mediante o pagamento de uma taxa. É muito importante também que você faça uma pesquisa no INPI para saber se existe alguma marca registrada seme lhante ao nome de sua empresa.

 3º Passo – Providenciar os seguintes documentos

 
• Fotocópia do IPTU do imóvel onde será a sede da empresa;
• Contrato de locação registrado em cartório (se o imóvel for alugado),ou declaração do proprietário (quando o imóvel for cedido);
• Fotocópia autenticada do RG e CPF/MF dos Sócios;
• Fotocópia autenticada do comprovante de endereço dos Sócios;

• Verificar as exigências do Conselho Regional quanto à elaboração do Contrato Social, especialmente sobre formação societária e responsabilidades técnicas.

4º Passo – Contrato Social

Para o registro da sociedade, é preciso elaborar e apresentar o contrato social da empresa na Junta Comercial. Para se ter uma idéia sobre a importância do contrato social, ele representa para a empre- sa (pessoa jurídica), o que a certidão de nascimento representa para as pessoas físicas. Neste contrato devem constar cláusulas exigidas pela legislação em vigor, que estabeleçam regras a serem observadas pelos sócios, inclusive os direitos e deveres de cada um. Recomen- damos que ele seja elaborado por um advogado, entretanto, muitos contabilistas possuem modelos para este fim. Ao final, o contrato deve ser assinado por um advogado, exceto se tratar de microempresa ou empresa de pequeno porte nos termos da Lei nº 9.841/99.

Obs.: Você deverá providenciar a averbação do contrato social junto ao Conselho Regional antes de registrá-lo na Junta Comercial do Estado de S ã o P a u l o – J U C E S P.
Cláusulas necessárias de um contrato social:
a) Tipo societário;
b) Qualificação completa dos sócios;
c) Endereço completo da empresa;
d) Nome empresarial (firma ou denominação social);
e) Objeto social (indicação da atividade da empresa);
f) Capital social (é a quantia necessária, representada por bens ou dinheiro, necessária para que a empresa possa iniciar suas atividades);
g) Valor da quota de cada sócio no capital social;
h) Responsabilidade limitada dos sócios;
i) Forma de convocação das reuniões ou assembléias;
j) Nomeação do administrador e seus poderes (no próprio contrato social ou em documento separado);
k) A participação de cada sócio nos lucros e nas perdas;
l) Exclusão ou falecimento de sócio;
m) Regulamentar a cessão de cotas sociais;
n) Foro de eleição (indicação do juízo em que deverá ser resolvida qualquer controvérsia referente ao contrato social);
o) Prazo de duração da empresa.

Para obter informações complementares, Acesse O site do Departamento Nacional de Registro de Comér- cio – DNRC:http://www. dnrc.gov. br/ – Clique em: Serviços-Código Civil/2002.

5º Passo – Órgãos de Registro
  
a. Registro na Junta Comercial
O registro da Sociedade Empresária é feito na Junta Comercial e deve seguir os seguintes FASES:

Depois de escolher o nome da empresa, realizar a busca do nome e providenciar a documentação mencionada, você deverá confecci- onar 4 (quatro) vias de igual teor do contrato social, com todas as folhas rubricadas e a última assinada pelos sócios, testemunhas e advogado (micro ou pequena empresa está dispensada da assinatu- ra de advogado). Em seguida, o contrato social deverá ser entregue na Junta Comercial, juntamente com os demais documentos exigi- dos pelo órgão.

No Estado de São Paulo, a Junta Comercial – JUCESP, traz em seu site todas as informações e documentos necessários para se constituir uma empresa. Para tanto, basta acessar o seguinte endereço:www.jucesp.sp.gov.br.Caso não seja possível acessar o site, dirija-se ao posto da Junta Comercial mais próximo.
 
b. Receita Federal (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ)

Todas as pessoas jurídicas, inclusive as equiparadas (empresário e pessoa física equiparada à pessoa jurídica), estão obrigadas a se inscre- ver na Receita Federal. Todas as informações e documentação neces sárias ao cadastro podem ser obtidas no seguinte endereço na internet:

www.receita.fazenda.gov.br. Procure no site: • Cadastros da Receita Federal• Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ• Orientações ao Contribuinte.
Caso não seja possível acessar o site, vá pessoalmente ao posto da Secretaria da Receita Federal mais próximo.
 
c. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

O fato de sua LOJA VIRTUAL realizar vendas de mercadorias faz com que ela seja contribuinte do ICMS e, conseqüentemente, está obrigada a se registrar na Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Saiba que para este registro será necessário que você indique o número do CRC (registro no Conselho Regional de Contabilidade) do contabilista responsável.

O registro na Secretaria da Fazenda para obtenção da Inscrição Estadual (IE), destinada aos contribuintes do ICMS, deve ser feito junto ao Posto Fiscal Eletrônico da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, pela internet, no seguinte endereçow w w.pfe.fazenda.sp.gov.br • Serviços Eletrônicos – “Abertura: Deca Inicial”. Caso você tenha dúvidas sobre o procedimento, clique em “Treinamento” que o sistema irá simular o preenchimento das guias necessárias ao registro.

“O Posto Fiscal Eletrônico também dispõe de outros serviços, tais como: alteração de dados Cadastrais, a nova AIDF (Autorização para a Impressão de Documento Fiscal), sua conta-corrente com o Fisco, a possibilidade de calcular e atualizar seu débito, incluindo a impres- são da respectiva GARE (Guia de Arrecadação do Estado) ou paga- mento por home-banking, transmitir sua GIA (Guia de Informação e Apuração de ICMS) pela internet. Tudo isso com segurança devido a sistema rigoroso de controle de acesso e indecifrável sistema de gera- ção e distribuição de senhas”

Caso não seja possível acessar o site, compareça ao posto da Secretaria da Fazenda mais próximo.
 
d. Inscrição na Prefeitura Municipal de São Paulo

Estão sujeitas à inscrição no Cadastro de Contribuintes Mobiliários (CCM) do Município de São Paulo, as pessoas físicas e jurídicas estabelecidas no Município que desenvolvam algum tipo de atividade. Se você pretende atuar no município de São Paulo, visite o site da Secretaria de Finanças de São Paulo e obtenha maiores informações:

da no prazo de 30 (trinta) dias contados do início da atividade.

Se não for possível acessar o site, dirija-se ao Departamento de Rendas Mobiliárias da Secretaria das Finanças do Município de São Paulo (Rua Brigadeiro Tobias, 691 – São Paulo).2

e. Inscrição em outro Município
Se sua empresa for constituída em outro município, consulte a Prefeitura local para obter informações sobre a inscrição da mesma. Registro de Empresário O interessado em obter personalidade jurídica como empresário, deverá seguir os mesmos passos relacionados no processo de consti- tuição de uma sociedade empresária. Entretanto, ao invés do con- trato social, o interessado deverá apresentar uma declaração própria exigida pela Junta Comercial.

A Junta Comercial do Estado de São Paulo – JUCESP, disponibilizou em seu site (www.jucesp.sp.gov.br) o programaCadastro Digital, que permite ao usuário gerar, em disquete, informações cadastrais relati- vas aos arquivamentos de constituições ou anotações doEmpresário. O sistema permitirá, também, que todos os formulários necessários sejam emitidos corretamente, com o mínimo de trabalho para ,seu operador.

Caso não seja possível acessar o site, vá pessoalmente ao posto da Junta Comercial mais próximo.
Complicado né? Mas passado todos esses passos você já poderá vender online!!!! Empreendedor no Brasil  precisa ser persistente!

E lembre-se , o comércio eletrônio operou no Brasil livremente durante alguns anos, apartir de 2010 a fiscalização aumentou e não há como escapar do “registro contábil e fiscal ” da sua loja virtual;  Exemplo disso é a determinação da Secretaria da Fazenda de São Paulo, que obrigou as empresas paulistas de hospedagem de sites de e-commerce a informar, até o dia 20 de janeiro 2011, os dados de usuários que fizeram vendas maiores do que nove itens de mercadorias, ou R$ 60 mil, em um dos trimestres do ano passado. As empresas que não enviaram as informações poderão ser intimadas a pagar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) não recolhido.

As garras do Leão estão começando a alcançar o comércio eletrônico. Quem não estiver atento às exigências da Receita, que não serão poucas, não sobreviverá nesse mercado.

Comércio eletrônico no Brasil não é mais coisa de amador, é preciso se profissionalizar.

Continue lendo
3 Comentários

3 Comments

  1. Enrique Schamann

    março 25, 2011 em 11:45 am

    Solange,
    vou colocar mais 1 ponto importante (se estiver enganado, por favor, me corrija):
    A empresa, por ser comércio, deverá ter um endereço físico comercial. Não pode ser aberta com o endereço da residência do proprietário (como se fosse serviço). O endereço deste local é o que deverá constar no Contrato Social.

    Aqui reside o maior problema.
    Caso ainda não tenha um endereço comercial deverá alugar um local comercial para ter o endereço a ser colocado no contrato social.
    Agora… normalmente os proprietários pedem o próprio contrato social, CNPJ, etc., já que estarão alugando para uma empresa, mas como fazer, se você está alugando o local, justamente, para a abertura da empresa?
    Bom, alguns proprietários aceitam alugar para os sócios, como pessoa física e, assim que o contrato social e cnpj estiverem ok, se faz a troca do contrato no nome da empresa.

    Vale lembrar que SEMPRE, estes assuntos DEVEM ser tratados com um Contador. Caso contrário poderá ter problemas no futuro que poderão implicar em altíssimas multas.

    Abraço,
    Enrique

  2. Edmilson Rizo

    julho 1, 2012 em 11:55 pm

    Ok! Isso significa que é impossível abrir uma empresa 100% digital? Ou seja, SEMPRE vou precisar de um espaço físico para dizer que é a “sede da loja” ?

  3. Carlos Soares

    julho 30, 2012 em 3:16 pm

    Boa tarde
    Prezados
    Estou pensando em algumas coisas que talvez vocês possam me ajudar.
    O que você acha de transformar a CAPA em S/A.
    Parece que agora com minimo de 2 acionistas ela pode ser formalizada.
    Os bens dos acionistas não respondem pela empresa.?
    Como seria a questão de impostos.?
    Qual o custo mensal de contabilidade.?
    A idéia seria ao término desse contrato atual com contratos em torno de R$ 3.500.000,00 com duração de 6 meses e já que estamos sendo chamados para participar de licitações cada vez maiores na própria contratante, ver a possibilidade de entrada de algum acionista financeiro e com conhecimento operacional e eu ficaria como acionista sem ter que infartar toda hora, e ter uma retirada mensal, etc.
    Você tem algum conhecimento sobre isso, ou pode dar uma pesquisada sobre o assunto.
    Fico no aguardo e agradeço antecipadamente.
    Att.
    Carlos Soares
    Sócio administrador
    CAPA Alpinismo Industrial Ltda

Deixe um recado

O seu endereço de e-mail não será publicado.

consultoria

Consultoria de e-Commerce

Publicado

Em

Continue lendo

consultoria

Um Crime Digital esta em andamento e a vítima é você! Faça o teste agora e veja todos seus dados expostos para quem quiser consultar.

Publicado

Em

Isso é crime! denuncie!

Já imaginou se qualquer pessoa pudesse ter acesso aos seus dados pessoais, como onde você mora ou qual é o número do seu celular? Um novo site mostra exatamente isso para qualquer internauta interessado–tudo sem a sua devida autorização e se apoiando sobre uma lei referente a listas telefônicas. A página em questão é a telefone.ninja.

Basta fazer uma pesquisa no site pelo nome completo da pessoa sobre a qual você quer saber os dados e clicar sobre o nome dela na página de resultados. Em alguns casos, o endereço de e-mail da pessoa também é mostrado.

O número de consultas no site é limitado. Após cerca de dez pesquisas, você tem acesso restringido por alguns dias. Entretanto, com o uso de outro dispositivo e ponto de internet, você pode fazer mais consultas.

O site fica hospedado nos Estados Unidos e seu domínio está vinculado a uma empresa chamada Bytecode Tech Inc, sob administração de um cidadão chamado Ricardo Torres, que mora em SP, segundo o registro da URL.

A essa empresa também estaria vinculada mais dois sites: o ConsultaSócio e o EmpresasCNPJ.

De acordo com o jornal O Dia, o site telefone.ninja também é usado para captar informações por meio de técnica chamada phising.

Matéria também disponível do site da Exame.com

DELEGACIAS DE CRIMES DIGITAIS

Denunciar ainda é o modo mais efetivo de combater a criminalidade online.

Encontrou seu nome esse site criminoso? denuncia e proteja suas informações e mantenha sua família em segurança.

DENUNCIE AGORA!

Felizmente, já existem atendimentos especializados neste assunto e você pode entrar em contato com estas delegacias para receber orientações detalhadas de como proceder após um crime virtual:

São Paulo:

DIG-DEIC – 4ª Delegacia – Delitos praticados por Meios Eletrônicos. Presta atendimento presencial, por telefone e via Web. Endereço: Av. Zack Narchi, 152, Carandiru – São Paulo (SP) Fone: (11) 2224-0721 ou 2221 – 7030. Para denunciar qualquer espécie de delito virtual anonimamente, utilize o e-mail: 4dp.dig.deic@policiacivil.sp.gov.br

O Site Crimes Pela Internet com o objetivo de informar o seu publico esclarece que a 4ª Delegacia – Delitos praticados por Meios Eletrônicos investiga apenas fraudes patrimoniais praticadas por meio eletrônico no âmbito da Capital do estado de São Paulo tais como:

Crimes de estelionato; furto mediante fraude; desvio de dinheiro de contas bancárias; pagamento de títulos por meio de fraudes, empresas falsas de empréstimos; compras de mercadorias em sites falsos (e-comerce).

Assim, caso a denuncia trate de crimes contra a honra (injuria, calunia e difamação), ou ameaças praticados por meio de redes sociais, blogs, e-mails, falsidade ideológica (fakes, perfis falsos, documentos, sites falsos, etc), ofensas ao direito do autor, invasão de dispositivo informático, “furto” de senhas ou de dados, deveram ser registradas em qualquer outra delegacia. Dê preferência a delegacia mais perto de sua residência.

Crimes de pedofilia ou outros de cunho sexual que envolvam crianças ou adolescente ou extorsão onde houve utilização da Internet para a  pratica do delito deverá ser apresentados o Departamento de Proteção à Pessoa –D.H.P.P. Rua brigadeiro Tobias, nº 527 5º Andar. – Centro de São Paulo.

Rio de Janeiro:

Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) – Rua Professor Clementino Fraga, nº 77 (2º andar), Cidade Nova (prédio da 6ª DP), Rio de Janeiro/RJ (CEP: 20230-250), telefones (0xx21) 2332-8192, 2332-8188 e 23328191 e e-mails drci@pcivil.rj.gov.br ;

Espírito Santo:

Delegacia de Repressão a Crimes Eletrônicos (DRCE) – Av. Nossa Senhora da Penha, 2290, Bairro Santa Luiza, Vitória/ES (CEP: 29045-403), telefone (0xx27) 3137-2607 e e-mail drce@pc.es.gov.br;

Minas Gerais:

DEICC – Delegacia Especializada de Investigações de Crimes Cibernéticos – Av. Nossa Senhora de Fátima, 2855 – Bairro Carlos Prates – CEP: 30.710-020, Telefone (33) 3212-3002, e-mail dercifelab.di@pc.mg.gov.br;

Paraná:

Nuciber da Polícia Civil do Paraná – Rua José Loureiro, 376, 1º andar – sala 1  – Centro – 80010-000 – Curitiba-PR, Tel:(41) 3323-9448 – Fax: (41) 3323-9448, e-mail cibercrimes@pc.pr.gov.br;

Rio Grande do Sul:

Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos (DRCI/DEIC) – Av. Cristiano Fischer, 1440, Bairro Jardim do Salso em Porto Alegre, na mesma sede do DEIC. O telefone de contato é (0xx51) 3288-9815, e-mail drci@pc.rs.gov.br;

Distrito Federal:

Divisão de Repressão aos Crimes de Alta Tecnologia (DICAT) – Não atende diretamente ao público, neste caso a vítima pode procurar a delegacia mais próxima para efetuar registro de ocorrência, A DICAT é uma Divisão especializada em crimes tecnológicos que tem como atribuição assessorar as demais unidades da Polícia Civil do Distrito Federal, o telefone é (0xx61) 3462-9533 e e-mail dicat@pcdf.df.gov.br;

Goiás:

Gerência de Inteligência da Polícia Civil – Setor de Análise (0xx62) 3201-6352 e 6357)

Pará:

Delegacia de Repressão aos Crimes Tecnológicos – Travessa Vileta, n° 1.100,  Pedreira. Belém-PA. CEP: 66.085-710, com telefone de contato (91) 4006-8103, e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..”>drct@policiacivil.pa.gov.br. A DRCT é vinculada à Diretoria de Repressão ao Crime Organizado.

Mato Grosso – Cuiabá:

Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia – GECAT –  Av. Cel. Escolástico Nº, Bandeirantes – Cuiabá – Cep: 78.010-200 – Telefone: (65) 363-5656

Sergipe – Aracaju

Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) – Rua Laranjeiras, nº 960, Bairro Centro  – Aracaju – Cep: 4900-000 telefone: (79) 3198-1124

.

Continue lendo

consultoria

Estive com o responsável pela Mídia digital do Prefeito de São Paulo João Doria e afirmo: Nada mais será como antes!

Conheça quem faz a mídia digital do Prefeito João Doria.

Publicado

Em

Sábado de manhã, antes do dia das mães, tudo o que eu queria era dormir um pouco mais porque o domingo seria cheio já que  a família toda viria para minha casa para ver a matriarca. Resisti, tomei meu café e me dirigi ao Centro de São Paulo, bem centro mesmo, mais precisamente para a Câmara Municipal.

Fui convidada pela Juventude do PSDB para a palestra A influência das redes sociais hoje na política e na gestão pública”   com Daniel Braga, o articulador das mídias digitais do Prefeito de SP João Doria; algumas coisas que preciso esclarecer: Apesar de ter sido um evento do partido não haviam bandeiras na sala;

  1. – Ninguém me abordou para falar do “partido”;
  2. – Me interesso por Mídia para politica, e já trabalhei para políticos em 2 outras eleições
  3. – Daniel Braga não é do partido.
  4. – O publico era muito.. muitoooo jovem, a maioria de jornalistas recém -formados querendo informações de como  ingressar na “Carreira” de inteligencia e mídia digital para política.

O evento começou atrasado, Daniel Braga , que mora em Brasilia , chegou atrasado 1 hora; chegou junto com as filhas – achei ele jovem para ter filhas moças…

Confesso que tenho me afastado dos eventos da área ( e-c0mmerce e mídia digital ) , a quantidade de jabá e gente que não sabe do que esta falando não me atrai , e nos 2 últimos anos entre 22 eventos que participei apenas 3 tiveram palestras realmente proveitosas, e os três, não eram originalmente de e-commerce ou de mídia digital, e a do sábado, dia 13 maio foi uma delas.

Daniel Braga – Estrategista Digital do Prefeito João Doria

Daniel Braga é articulado e pouco cuidadoso com o linguajar, que  é de tal forma tão descontraído e recheado de palavrões que parece nos transportar  para um boteco no começo da Rua Augusta, e isso torna tudo muito mais interessante; sim , estou cansada de jabá e gente se fazendo de culto quando não sabe o que é um link.

Mostrou as estratégias para cada canal, e que por causa do público alvo, escolheram focar no facebook para as ações da Prefeitura de São Paulo, porém admite, inteligentemente, que é preciso evoluir para outras mídias.

E se eu pudesse resumir todas as dicas que ele deu em 1 paragrafo seria:

Relatórios de Análise  são os oráculos de quem quer ter sucesso nas Mídias digitais.

Ouvir o que o público alvo diz, esse é o motivo do sucesso das mídias digitais da Prefeitura e sobretudo, agir rápido.

“Não adianta dizer que o prefeito é trabalhador se não mostrar ele trabalhando” Daniel Braga

Perguntei a ele como seria um dia tipico de trabalho para o Prefeito: ele então respondeu: – ” ele acorda as 5, de verdade” … e de cara recebe um ‘radar” com os assuntos que foram abordados no dia anterior e as estatísticas da mídia, comentários relevantes de formadores de opinião e enquanto toma café já liga para o Prefeito com os números, e sugestões.

Focar nos vídeos , pelos motivos óbvios e também porque o Prefeito tem habilidade com as câmeras, e isso ajuda! mas ele erra também… o vídeo de erros de gravação que ele apresentou foram hilários.. enfim, o Prefeito é gente como a gente.

O RISCO

Daniel contou episódios da campanha e dos debates que foram arriscados, mas que a mídia digital mais uma vez pautou a agenda e as falas do Prefeito.

Profetizou: ” Antes a mídia pautava a internet, hoje é a internet que pauta a mídia”

Eles tinham um cockpit online de tudo o que esta sendo falado do debate, e o Prefeito era pautado nos intervalos.

Essa mesma rapidez foi usada quando os relatórios mostraram que o nome do Prefeito aparecia sempre junto de “coxinha” e “suéter”, através desses dados mudaram o jeito de falar, a roupa o posicionamento e até as expressões faciais nos vídeos.

E é claro, tudo mudou quando o Prefeito se colocou nitidamente contra o Ex-Presidente e a sua sucessora na tentativa de nomear Lula para um cargo público; a opinião publica não gostou – e nenhum político se posicionou – arriscando Doria mostrou claramente de lado estava; deu certo.

O QUE NÃO DEU CERTO

Errar faz parte de quem tenta, e  Daniel expôs o erro estratégico sobre a Flor jogada ao chão pelo Prefeito ” Foi impensado… ele errou e sabe disso, bola pra frente”

Ele se mostrou também decepcionado sobre a repercussão pequena do projeto de despoluição do lado do Ibirapuera  nas mídias sociais, e estava avaliando o porque do fracasso digital da ação.

Humor: “Procurando Doria” segundo Daniel usar o humor para humanizar o candidato é uma ótima estratégia

Para mim, foi uma manhã extremamente proveitosa, conteúdo genial, videos, exemplos, estatísticas, conceitos e o melhor, sem jabá. Os hight lights que ficaram e que podem te ajudar a pensar em focar sua atuação com os políticos para a próxima eleição:

  1. -Toda equipe de Mídias Digitais do Prefeito João Doria tem 3 pessoas + 1 Gestor;
  2. -João Doria paga a equipe pessoalmente, não há contratação como serviço a prefeitura;
  3. -Nunca foi impulsionado nenhum post, tudo é resultado orgânico;
  4. -O dia começa mesmo as 5 da matina até para a equipe de mídias digitais;
  5. -O material de trabalho para produção dos videos consiste em 1 Iphone 7 com editor de videos;
  6. -No instagram do Prefeito o que mais faz sucesso são os cachorrinhos branquinhos que de tempos em tempos aparecem em videos divertidos, isso transforma o homem publico em gente como a gente… gente que ama cachorrinho é claro!
  7. -O Whatsapp é a ferramenta de comunicação entre os grupos apoiadores do Prefeito e recebem atenção especial, pois foi através dele que a eleição começou a dar uma guinada em 2016.
  8. -Para trabalhar com o politico “produto”, é preciso acreditar na forma de trabalho e nas intensões e mostrar o que ele tem de melhor, fica dificil mostrar , escrever, descrever o trabalho de algo ou alguém que você não acredita;
  9. -A população não aceita mais políticos – mostre a pessoa por trás da ação.. e funciona para tudo! o storytelling é a “joia da coroa” nas campanhas políticas.
  10. -Leia! quem lê muito escreve bem, quem se informa explica melhor as coisas, enxerga além do objetivo do “Voto” – isso vai fazer diferença para candidatos na próxima eleição.
  11. -Agir rápido, agencias de marketing sao lentas… pedem autorização para tudo, demoram dias para criar ‘peças” de marketing – isso não é mídia digital.. mídia digital é instantânea e preciso seguir essa vocação!
  12. -Lidar com o haters é necessário, tenha uma politica de ações para isso – e sobretudo não delete os comentários ruins! trabalhe para que os comentários e  interações boas sobreponham aos ruins.
  13. -A estratégia de “mitar” o candidato pode ajudar, mas precisa ser bem feita pensando sempre no publico que se quer atingir

 

Daniel terminou com um conselho muito honesto; quando indagado sobre o que um profissional de mídia digital para políticos tinha saber, ele respondeu : “ é mandatório que entenda e goste de relatórios, conheça as ferramentas de otimização de trabalho e sobretudo que entenda e escreva sobre politica e economia”

 

“Independente de partidos ou politica, o sucesso das mídias digitais do Prefeito de SP João Doria esta sensivelmente ligado a analise de tendencias e relatórios , esses são a base para “ouvir” o que aflige o cidadão e sobretudo comunicar-se rapidamente! quase que instantaneamente.”

 

Então – que tal  começar a construir um portfólio de serviços digitais para os políticos da próxima eleição?

Querendo construir uma estratégia digital para sua campanha politica? converse com a e-Vision

 

 

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Title

Trending