Fale Conosco

De Dentro do e-commerce World!

Maioria não cumpre nova lei paulista

Não colou! Lei feita sem conhecimento não tem nenhuma aderencia em SP

Publicado

Em

Lei_ecommerce_ecommerce_girl

Adriana Meyge | De São Paulo

A nova Lei de Entrega, em vigor desde 7 de fevereiro, vale para o Estado de SP

O novo texto da Lei de Entrega paulista, que obriga empresas a fixar data e turno para entregar produtos, deixou varejistas e operadores logísticos inconformados. A lei agora proíbe as empresas de cobrar para realizar o agendamento no Estado de São Paulo. A maioria das companhias de comércio eletrônico descumpre a regra. Para associações do setor, a entrega programada exige uma logística complexa e deveria ser considerada um serviço especial, com cobrança adicional.P

Os sites do Magazine Luiza, Comprafacil, Dafiti e Netshoes sequer oferecem a opção de programar a entrega – a Lei de Entrega já exige esse serviço desde outubro de 2009. Lojas virtuais da B2W (Shoptime, Americanas, Submarino) cobram uma taxa adicional de frete, em torno de 3% do preço do produto, indicaram simulações de compra feitas pela reportagem para entrega na capital paulista. Já Walmart e Nova Pontocom (braço de comércio eletrônico do Grupo Pão de Açúcar que reúne Casas Bahia, Ponto Frio e Extra) não cobram pelo agendamento na Capital, mas o prazo de entrega é mais de dez vezes superior ao padrão. O Carrefour, que fechou sua operação on-line, afirma que oferece o serviço gratuitamente desde 2011 em suas lojas físicas.

Entregar na hora escolhida pelo consumidor e não cobrar por isso aumenta os custos, e alguém tem que pagar por isso. “A entrega programada quebra o processo de roteirização que foi o grande avanço de logística do e-commerce”, diz Mauricio Salvador, presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcom). Segundo ele, um veículo que consegue entregar 60 pacotes em um dia passa a entregar apenas 20 no mesmo período, o que representa uma redução de 66% na produtividade. Marcos Monteiro, diretor geral da Total Express, controlada pelo Grupo Abril, diz que precisaria de 5 vezes mais carros se todas as entregas fossem programadas.

Para o presidente da Abcom, as micro e pequenas empresas de comércio eletrônico não conseguem se adequar à lei. “Essas empresas não têm condição de absorver e vão precisar repassar o custo de operação para frente, o que vai ocasionar perda de competitividade”, diz. Segundo ele, muitas empresas vão acabar fechando as portas. As associações defendem que a entrega programada deveria existir apenas para alguns produtos que exigem a presença do cliente em casa, como geladeira e fogão.

A lei de 2009 e o novo texto, que entrou no dia 7 de fevereiro, são de autoria da deputada estadual Vanessa Damo (PMDB). De 2009 até início de fevereiro deste ano foram feitas cerca de 560 autuações por descumprimento da lei, que resultaram em R$ 50 milhões em multas, segundo o Procon.

A Nova Pontocom informa que os sites CasasBahia.com.br, Pontofrio.com e Extra.com.br obedecem a legislação brasileira. Sobre a nova lei paulista, diz que está trabalhando para atender as mudanças.

O Carrefour informa que já presta serviço de entrega a domicílio de produtos elegíveis da linha branca e linha marrom, tais como lavadoras de roupa, fogões, refrigeradores, freezers e TVs acima de 42 polegadas, com data e turno agendados desde 2011, sem ônus para o cliente, nos Estados em que a lei em questão está em vigor.

Entre as empresas que se adequaram ao agendamento gratuito, o prazo de entrega prometido nessa opção destoa do padrão do comércio eletrônico. Na Nova Pontocom, o prazo passa de três, na entrega normal, para 31 dias úteis. No Walmart, essa opção está disponível “a partir de 48 dias úteis”.

Na manhã de ontem a reportagem simulou uma compra no Comprafacil e o site informou que, para agendar a entrega, seria necessário ligar “para a central de agendamento após a finalização de pedido em até 7 dias” e que o valor do frete seria de R$ 99,90. Procurada pelo Valor, a empresa afirmou que tratava-se de um erro no sistema do site e que já havia sido corrigido. O texto foi retirado do ar, e a empresa informou que não faz mais entrega programada, por enquanto. “O Comprafacil.com informa que está negociando com as transportadoras soluções para operacionalização das novas regras”, disse a empresa em nota.

A B2W não quis se manifestar. Walmart, Dafiti e Netshoes disseram que seus porta-vozes não estavam disponíveis. A Netshoes informa no site que “ainda não é possível fazer o agendamento de entrega, uma vez que não podemos antecipar o roteiro programado, para cada região”. O Magazine Luiza afirmou, em nota, que “busca se adequar para a melhoria dos serviços e o pleno atendimento aos consumidores.”

consultoria

E a revolução continua! ela é silenciosa mas poderosa – Reebook lança seu próprio e-commerce B2C

Fábricas montam seus próprios e-commerce´s e preocupam lojas especializadas, shoppings e supermercados.

Publicado

Em

Nós temos observado que as fábricas se renderam ao e-commerce, leia sobre a loja virtual da Coca Cola ,  e tem se aventurado a vender diretamente ao consumidor.

Algumas perguntas nos vem a cabeça:

  • Isso será um desastre para supermercados e lojas especializadas ( nesse momento vistos como revendedores ?)
  • Os preços das fábricas certamente conseguem ser melhores do que dos revendedores, então será um atrativo comprar diretamente da fábrica online? isso não vai prejudicar os revendedores? que são parte importante, senão essencial,  do faturamento das fábricas?
  • O que fará o consumidor preferir comprar da fábrica?

Tudo isso é novo, e como tudo que é novo promove dúvidas. O fato é que  supermercados, shoppings  e lojas especializadas precisam se  modernizar e pensar nos canais digitais com mais “carinho”; as fábricas pensaram.

E-commerce da Reebok chega ao Brasil | TI INSIDE Online – WEB INSIDE

A Reebok lança seu primeiro e-commerce no Brasil nesta quarta-feira, 15, A nova plataforma online, que é de propriedade da Reebok Global, foi desenvolvida pela própria marca ( outra tendência – plataformas devem ficar atentas )  e faz parte da sua estratégia de expansão no país.

O mix de produtos conta com cerca de mil opções entre calçados, vestuário e acessórios, distribuídos entre feminino, masculino e infantil – para modalidades esportivas (linhas de performance) ou os clássicos (Reebok Classic).

Um dos destaques desta novidade é o CrossFit Nano 7, bastante aguardado pelos praticantes do esporte e que também tem seu primeiro dia de venda no país nesta quarta-feira. Por outro lado temos os clássicos da Reebok Classic, que buscam sempre aliar conforto e estilo.

Oe-commerce fará entregas para todo o país. “O lançamento desta plataforma digital faz parte da estratégia de ampliação da distribuição da marca no país, para que mais consumidores tenham acesso aos nossos produtos”, explica Jaume Casas Alvarez, diretor de marketing da Reebok para o Brasil. Recentemente a marca inaugurou sua primeira loja própria no Shopping Eldorado, em São Paulo.

Carimbo evision2-03

baixe agora portfolio evision

Continue lendo

De Dentro do e-commerce World!

Mais um…conheça o “Zé Delivery” o e-Commerce da Ambev

Ambev entra no e-commerce B2C e promete entregar cerveja em até 1 hora! Supermercados precisam contra-atacar!

Publicado

Em

O nome é até engraçado, Zé Delivery! isso é mesmo , esse é o e-commerce que a AMBEV acabou de lançar , na verdade o site entrou no ar em dezembro, teve alguns probleminhas mas já esta a todo vapor!

O Zé delivery vende as principais marcas de cerveja da AMBEV para os Paulistanos! (por enquanto o serviço está atendendo somente a algumas regiões de São Paulo, como Jardins, Itaim, Vila Nova, Vila Olímpia, Vila Mariana, Moema e Brooklin) .e também tem um APP , super simples de usar.

ecommerce da ambev entrega cerveja em uma hora solange oliveira opina

O bacana é que todo projeto digital tem uma forma de comunicação bem popular e diferente dos e-commerces certinhos que hoje atuam no mercado.

A Ambev já atua no e-commerce com o Emporio da Cerveja , e-commerce administrado pela B2W essa loja possui acessorios e até energéticos.

Essa é mais uma “dor de cabeça” para os supermercados, que precisam entrar de vez no varejo digital , e tem que ser rápido!

( conheça também o e-commerce da Coca Cola – clique Aqui

Conheça > https://www.ze.delivery/

 

Continue lendo

consultoria

Até tu Coca-Cola?

Marca Icônica de refrigerantes agora vende direto ao consumidor pelo seu e-commerce.

Publicado

Em

E agora é oficial! Coca Cola tem sua própria loja virtual.

“O e-Commerce esta seduzindo as fábricas , que vendem direto ao consumidor, supermercados e distribuidores terão que se reinventar”. Solange Oliveira

O rumor já vinha se espalhando no mundo do e-commerce há algum tempo, e quem é da área já esta percebendo esse movimento : As fábricas usando o e-commerce para vender diretamente ao consumidor, sobretudo a área de alimentos.

Por enquanto, a loja virtual aceita apenas encomendas com CEPs válidos na cidade de São Paulo e oferece diferentes versões das marcas Coca-Cola e Schweppes. Apesar de nova no Brasil, a iniciativa já foi aplicada pela companhia em outros mercados, como Estados Unidos e Índia.

Os cases de marketing da Coca-Cola são reconhecidos e estudados pelo mundo nas escolas de negócio, e no e-commerce não é diferente: A experiência já começa com uma personalização da garrafa, seguindo o conceito de “Quem faz diferente , Ganha!”

ecommerce coca cola revolucionando o ecommerce solange oliveira

Você pode comprar ainda as versões Vanilla , Cherry e Schweppes.

Coca cola ecommerce

 

Essa é uma tendência que temos que observar de perto , as fábricas ( alimentos )  vendendo diretamente ao consumidor! os preços são diferentes aos praticados pelos supermercado, é verdade, então o que faz com que os consumidores comprem online? A resposta é tão simples quanto complexa : – Serviços agregados ou diferenciados; como esse de personalizar a garrafa de Coca-Cola ( já fiz a minha…rs ), e a admiração à marca.

São os novos movimentos do e-commerce Brasileiro.

Coca-Cola é isso aí!

Acesse e conheça : http://loja.cocacola.com.br/

Querendo entender mais como o e-Commerce pode ajudar sua marca a crescer e aparecer? Consulte a e-Vision !

 

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Title

Trending