Fale Conosco

De Dentro do e-commerce World!

TOCANTINS É LIDER EM FRAUDE NO E-COMMERCE

Tocantins é líder nas fraudes com E-commerce

Publicado

Em

Noticia portal : d24am e Clearsale

O Amazonas é o segundo Estado da Região Norte com maior índice de tentativas de fraudes no comércio eletrônico, atrás apenas do Tocantins. Um levantamento da ClearSale, empresa especializada em detectar esse tipo de crime na internet, mostrou que 6,37 em cada cem transações foram vulneráveis a golpes.

Os dados estão presentes no levantamento ‘Tentativas de fraude e volume de compras no comércio eletrônico brasileiro em 2013’, da ClearSale, responsável por 77% do mercado. Os Estados do Amapá (6,23), Pará (5,27), Acre (4,76), Roraima (3,29) e Rondônia (2,89) também contribuíram para o alto índice do Norte, que foi a região com maior incidência de fraudes do Brasil.

Para o coordenador de Inteligência e Estatística da ClearSale, Omar Jarouche, este é um número considerado alto para o Amazonas, quando comparado com a média nacional. “Não conseguimos saber o por quê disso, mas temos algumas teorias. Vemos uma concentração maior desses números elevados no Norte e Nordeste e talvez o acesso maior ao crédito seja uma das razões. Os consumidores estão se acostumando a utilizar o crédito e o cartão e, muitas vezes, não sabem dos riscos aos quais estão expostos”, analisou.

Jarouche explicou ainda como funciona o processo para detectar a tentativa de fraude. “Sempre que você faz uma compra em um site, ao clicar em finalizar compra e colocar os dados da forma de pagamento, antes das informações irem para a administradora do cartão, elas vão para a ClearSale para saber se aquela compra está sendo realizada pelo verdadeiro dono do cartão. Os lojistas nos contratam para identificar se o dono do cartão é de fato quem está realizando aquela compra”, informou.

Todo esse processo dura em torno de dois segundos. Se o risco da fraude for baixo, imediatamente a empresa devolve a resposta ao lojista. Mas quando o sistema identifica um risco maior daquela transação ser alvo de fraude, um dos operadores entra em contato com o dano do cartão, que confirma se está realizando, de fato, a compra. A ClearSale consegue identificar as possíveis fraudes analisando o histórico de compras na loja e até mesmo pelo IP (Protocolo de Internet) da máquina.

O executivo da ClearSale destacou também que, normalmente, o fraudador não quer o produto da sua ação, mas sim o dinheiro que vai gerar após a revenda do item. “Ele faz uma fraude para comprar um notebook, mas não quer o produto e sim o dinheiro daquela venda. Todos os segmentos que possuem maior facilidade na revenda são mais atacados, como o de eletrônicos”, explicou.

Para o gerente de Comércio Eletrônico Márcio Lira, a própria maturação do comércio eletrônico no Amazonas em relação a outros Estados pode ser uma das causas do alto índice de fraude. O executivo explica que problemas estruturantes da internet atrasaram o Amazonas em relação a outras regiões e, consequentemente, afetaram a preparação dos consumidores.

“As pessoas não estão acostumadas com as práticas de segurança. Muitas clicam em links maliciosos. Algumas empresas deixam de vender quando detectam fraudes, sem contar com os reembolsos e ressarcimentos que são obrigatórios nesses casos. As empresas preparadas precisam investir na prevenção, antes que isso se torne um problema”, salientou Lira.

Por se tratar de um crime virtual, muitas as vítimas ficam desamparadas nesses casos. A assessora jurídica do Programa Estadual de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon-AM), Camila Bertolini, explica que os lesados nessas transações são amparados pelo Código de Defesa do Consumidor. Bertoline lamenta a falta de legislação específica sobre o assunto.

“Apesar de ser comum, no Procon não é uma das maiores demandas que nós temos. Quando o consumidor procura o órgão, abrimos um processo administrativo, onde averiguamos e aplicamos da sanção à empresa quando houver negligência por parte da companhia. A maioria desses crimes são por meio de cartão clonado, então a primeira coisa a se fazer é provar que não foi ele quem realizou a compra”.

De acordo com a assessora jurídica, é necessário procurar a administradora do cartão, depois registrar um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima, e então procurar o Procon para que o órgão abra o processo administrativo.

consultoria

E a revolução continua! ela é silenciosa mas poderosa – Reebook lança seu próprio e-commerce B2C

Fábricas montam seus próprios e-commerce´s e preocupam lojas especializadas, shoppings e supermercados.

Publicado

Em

Nós temos observado que as fábricas se renderam ao e-commerce, leia sobre a loja virtual da Coca Cola ,  e tem se aventurado a vender diretamente ao consumidor.

Algumas perguntas nos vem a cabeça:

  • Isso será um desastre para supermercados e lojas especializadas ( nesse momento vistos como revendedores ?)
  • Os preços das fábricas certamente conseguem ser melhores do que dos revendedores, então será um atrativo comprar diretamente da fábrica online? isso não vai prejudicar os revendedores? que são parte importante, senão essencial,  do faturamento das fábricas?
  • O que fará o consumidor preferir comprar da fábrica?

Tudo isso é novo, e como tudo que é novo promove dúvidas. O fato é que  supermercados, shoppings  e lojas especializadas precisam se  modernizar e pensar nos canais digitais com mais “carinho”; as fábricas pensaram.

E-commerce da Reebok chega ao Brasil | TI INSIDE Online – WEB INSIDE

A Reebok lança seu primeiro e-commerce no Brasil nesta quarta-feira, 15, A nova plataforma online, que é de propriedade da Reebok Global, foi desenvolvida pela própria marca ( outra tendência – plataformas devem ficar atentas )  e faz parte da sua estratégia de expansão no país.

O mix de produtos conta com cerca de mil opções entre calçados, vestuário e acessórios, distribuídos entre feminino, masculino e infantil – para modalidades esportivas (linhas de performance) ou os clássicos (Reebok Classic).

Um dos destaques desta novidade é o CrossFit Nano 7, bastante aguardado pelos praticantes do esporte e que também tem seu primeiro dia de venda no país nesta quarta-feira. Por outro lado temos os clássicos da Reebok Classic, que buscam sempre aliar conforto e estilo.

Oe-commerce fará entregas para todo o país. “O lançamento desta plataforma digital faz parte da estratégia de ampliação da distribuição da marca no país, para que mais consumidores tenham acesso aos nossos produtos”, explica Jaume Casas Alvarez, diretor de marketing da Reebok para o Brasil. Recentemente a marca inaugurou sua primeira loja própria no Shopping Eldorado, em São Paulo.

Carimbo evision2-03

baixe agora portfolio evision

Continue lendo

De Dentro do e-commerce World!

Mais um…conheça o “Zé Delivery” o e-Commerce da Ambev

Ambev entra no e-commerce B2C e promete entregar cerveja em até 1 hora! Supermercados precisam contra-atacar!

Publicado

Em

O nome é até engraçado, Zé Delivery! isso é mesmo , esse é o e-commerce que a AMBEV acabou de lançar , na verdade o site entrou no ar em dezembro, teve alguns probleminhas mas já esta a todo vapor!

O Zé delivery vende as principais marcas de cerveja da AMBEV para os Paulistanos! (por enquanto o serviço está atendendo somente a algumas regiões de São Paulo, como Jardins, Itaim, Vila Nova, Vila Olímpia, Vila Mariana, Moema e Brooklin) .e também tem um APP , super simples de usar.

ecommerce da ambev entrega cerveja em uma hora solange oliveira opina

O bacana é que todo projeto digital tem uma forma de comunicação bem popular e diferente dos e-commerces certinhos que hoje atuam no mercado.

A Ambev já atua no e-commerce com o Emporio da Cerveja , e-commerce administrado pela B2W essa loja possui acessorios e até energéticos.

Essa é mais uma “dor de cabeça” para os supermercados, que precisam entrar de vez no varejo digital , e tem que ser rápido!

( conheça também o e-commerce da Coca Cola – clique Aqui

Conheça > https://www.ze.delivery/

 

Continue lendo

consultoria

Até tu Coca-Cola?

Marca Icônica de refrigerantes agora vende direto ao consumidor pelo seu e-commerce.

Publicado

Em

E agora é oficial! Coca Cola tem sua própria loja virtual.

“O e-Commerce esta seduzindo as fábricas , que vendem direto ao consumidor, supermercados e distribuidores terão que se reinventar”. Solange Oliveira

O rumor já vinha se espalhando no mundo do e-commerce há algum tempo, e quem é da área já esta percebendo esse movimento : As fábricas usando o e-commerce para vender diretamente ao consumidor, sobretudo a área de alimentos.

Por enquanto, a loja virtual aceita apenas encomendas com CEPs válidos na cidade de São Paulo e oferece diferentes versões das marcas Coca-Cola e Schweppes. Apesar de nova no Brasil, a iniciativa já foi aplicada pela companhia em outros mercados, como Estados Unidos e Índia.

Os cases de marketing da Coca-Cola são reconhecidos e estudados pelo mundo nas escolas de negócio, e no e-commerce não é diferente: A experiência já começa com uma personalização da garrafa, seguindo o conceito de “Quem faz diferente , Ganha!”

ecommerce coca cola revolucionando o ecommerce solange oliveira

Você pode comprar ainda as versões Vanilla , Cherry e Schweppes.

Coca cola ecommerce

 

Essa é uma tendência que temos que observar de perto , as fábricas ( alimentos )  vendendo diretamente ao consumidor! os preços são diferentes aos praticados pelos supermercado, é verdade, então o que faz com que os consumidores comprem online? A resposta é tão simples quanto complexa : – Serviços agregados ou diferenciados; como esse de personalizar a garrafa de Coca-Cola ( já fiz a minha…rs ), e a admiração à marca.

São os novos movimentos do e-commerce Brasileiro.

Coca-Cola é isso aí!

Acesse e conheça : http://loja.cocacola.com.br/

Querendo entender mais como o e-Commerce pode ajudar sua marca a crescer e aparecer? Consulte a e-Vision !

 

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Title

Trending